Bonde de Lisboa
20.02.2019 Transporte público em Lisboa: como andar por lá?

O melhor jeito de conhecer uma cidade e seus costumes é vivê-la do mesmo modo que seus moradores, por isso andar de transporte público em Lisboa é uma das mais agradáveis maneiras de apreciar a estadia.

As principais áreas de interesses dos viajantes são abrangidas pelo transporte público em Lisboa, dando também acesso direto ao aeroporto, estações de trem e ônibus. Com toda a certeza você poderá conhecer a cidade pagando bem barato.

Transporte público em Lisboa: preços

Antes de vocês conhecerem cada um dos transportes e a melhor maneira de como circular por Lisboa, decidi apresentar as opções mais econômicas. Assim, ficará mais fácil de estabelecer qual deles cabem melhor em seus bolsos.  

Viva Viagem

O Viva Viagem é um cartão recarregável necessário para comprar as tarifas de transporte público. Seu preço é de € 0,50 e possui a validade de um ano. O uso é individual.  

Ele pode ser comprado em qualquer estação de metrô, nas máquinas localizadas no saguão. Com ele em mãos, é possível recarregar valores conforme as tarifas vigentes: metrô, ônibus, elétricos e elevadores.

24 horas

A melhor opção para quem vem passar alguns dias em Lisboa e quer conhecer melhor a cidade é comprar o cartão Viva Viagem e recarregar a tarifa 24 horas. Com ele, o passageiro poderá usufruir de viagens ilimitadas em metrô, ônibus, elevador e elétricos, 24 horas após a primeira validação. Confira o valor vigente.

Criança no bonde
Os bondinhos e suas representações estão espalhados pela cidade

Transporte público em Lisboa: conheça cada um deles!

Como circular por Lisboa? Simples, basta utilizar um dos meios de transporte da cidade, como o metrô, o autocarro (ônibus), bonde, tram, elevador ou comboio (trem).

Estação Oriente Portugal
Estação Oriente: metrô e comboios

Metrô

A rede de metrô em Lisboa é pequena, porém muito eficiente, pois está localizada próxima às principais atrações da cidade. Ao todo são quatro linhas nas cores vermelha, amarela, azul e verde.

É ele quem leva os viajantes que chegam no Aeroporto Internacional de Lisboa (Aeroporto Humberto Delgado) até o centro da cidade. Seu funcionamento é diário, das 6h30 até a 1h.

Confira abaixo o mapa:

Rede de metrô de Lisboa
Mapa completo do metrô de Lisboa

Elétricos: Bonde ou Tram

Um dos maiores clássicos de Lisboa, o bonde, é também uma das atrações especiais mais disputadas. Isso porque todos querem viver a experiência de andar no mais tradicional transporte público da cidade.

Fundada em 1872, a Companhia Carris de Ferro de Lisboa administra até hoje os bondes portugueses, sendo utilizado o primeiro elétrico em 1901. Sua rede de funcionamento agrega cinco rotas, com carros totalmente reformados, todo mudanças na parte de mecânica e elétrica. Apenas dez são mantidos originais e utilizados apenas durante eventos.  

Existem duas linhas principais:

Bonde 28 (Prazeres)

O mais famoso de todos, o 28 leva os passageiros ladeira a cima, rumo ao Castelo de São Jorge. Os bairros da Graça, Baixa e Alfama vão ficando para trás, até ele chegar em seu destino.

Seu trajeto possui a duração de 40 minutos. Por ser tão popular, a dica é pegar o bonde no seu ponto final, para assim tentar ao menos fazer a viagem sentado. O local de partida é a Praça Martim Moniz (existe uma estação de metrô no local, com o mesmo nome).  

Compras em Lisboa? Confira o guia completo!

Bonde 15  (Algés)

A maneira mais legal de ir para Belém é com certeza de bonde. O 15 sai da Praça da Figueira e leva todos para Belém, passando por Alcântara. Em um dos trechos é possível avistar a beleza do Tejo. A duração é rápida, menos de 30 minutos.

Há também os chamados Elétricos Articulados, que são os veículos leves sobre trilhos. Eles utilizam a mesma estrutura dos bondes, costumam ser mais rápidos, possuem ar-condicionado e internet.

Infelizmente nem tudo é maravilhoso. Isso porque muitos batedores de carteira se aproveitam da lotação dentro desses transportes públicos e fazem a festa. Tenham cuidado redobrado durante os trajetos nos elétricos.

Elevador

Como Lisboa é uma cidade de colinas, subir e descer suas ladeiras cansa. Por esse motivo, ela oferece o serviço de quatro elevadores, espalhados por suas ruelas. Viajar com eles certamente é inesquecível, porém fiquem atentos aos preços.

Elevador de Santa Justa Lisboa
Elevador de Santa Justa e a vista do bairro de Alfama

A viagem realmente só compensa se for com a utilização do ticket 24 horas (conforme expliquei lá em cima), pois os valores para descer e subir são bem carinhos. De posse do bilhete, é possível andar no Elevador da Bica (funicular que leva do Cais do Sodré até o Bairro Alto), no Elevador da Glória (do Restauradores até o Miradouro São Pedro de Alcântara) e o Elevador da Lavra (da Calçada da Lavra até o Logo da Anunciada). Esse último é o mais antigo da cidade.

O mais famoso, o Elevador da Santa Justa, é o único no formato vertical. Subir nessa belíssima estrutura de ferro é ganhar de presente uma das vistas mais bonitas da cidade. Seu trajeto sai da Baixa e leva até as ruínas da Igreja do Carmo.

Booking.com

Autocarro (Ônibus)

Os ônibus são também uma das opções de uso de transporte público em Lisboa, pois possuem diversas linhas e possuem uma ótima estrutura com ar-condicionado, com mais de 600 veículos que rodam em mais de 145 linhas.  E uma ótima opção para o uso de noite, pois possui uma rede de funcionamento durante a madrugada, ideal para quem quer curtir um barzinho ou sair para dançar e não pretende gastar tanto na volta.

Comboio (Trem)

Conhecer as linhas de comboio urbanos de Lisboa poderá ajudar a levá-lo para fora da cidade, em passeios que, você pode fazer de maneira independente. As linhas mais famosas são a Cascais e Sintra.

Estação do Rossio
Estação Ferroviária do Rossio de onde partem os comboios para Sintra

Para ir até Cascais de trem, basta se dirigir até a estação Cais do Sodré e de lá seguir viagem na rota única. Já para Sintra, o ponto de partida é na Estação Ferroviária do Rossio, com uma belíssima arquitetura, datada de 1890.

Vale lembrar que para comprar os tickets de trem é preciso ter um cartão recarregável Viva Viagem sem nenhuma tarifa. Caso tenha ainda alguma, será necessário comprar outro cartão nas máquinas de venda.  

Cascais, em Portugal: um tesouro a ser visitado! 


Outros meios de transporte em Lisboa

Uber

Para quem prefere evitar o uso do transporte público em Lisboa, utilizar os serviços de transporte por aplicativo é bem tranquilo. O Uber, o mais famoso de todos eles, funciona em Portugal da mesma maneira que no Brasil: é só baixar o app e solicitar o transporte.

Sua primeira vez andando de Uber? Então adicione o nosso código promocional gabtw7qpue e ganhe desconto na viagem.  

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Transporte público em Lisboa: como andar por lá? yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Transporte público em Lisboa: como andar por lá? yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Transporte público em Lisboa: como andar por lá? yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Transporte público em Lisboa: como andar por lá?

Bicicleta

A opção mais legal (ou muito giro, no português de Portugal) é andar de bicicleta pelas margens do Tejo. Dá para fazer rotas bem agradáveis como a que vai do Cais do Sodré até Belém ou andar pela região do Parque das Nações, a parte nova da cidade.

A empresa que opera as bicicletas em Lisboa é a Gira, que oferece as opções clássica e elétrica, com vários pontos e distribuição espalhados pela cidade. É possível compra o passe diário, mensal ou anual, conforme os valores da tabela vigente. Para usar, é preciso baixar o App e seguir as instruções de desbloqueio.

Trotinete

Já virou uma febre. Em todo lugar possível e imaginário você encontra pela cidade um trotinete ( que aqui chamamos de patinete) estacionado. Com a chegada da empresa americana Lime em Lisboa, a população ganhou gosto em utilizar o patinete como meio de transporte.

Patinete em Lisboa
Trotinete português: todo mundo usa!

Para usar, basta baixar o aplicativo, comprar as tarifas e desbloquear o aparelho. Ao terminar de usar, é necessário que o usuário tire uma foto, confirmando onde o trotinete foi deixado.

Vale lembrar que a intensidade no uso do transporte público em Lisboa depende também do local onde você se hospedar. As regiões mais indicadas para encontrar um bom hostel ou hotel é na parte central da cidade entre Baixa, Rossio e Restauradores.

Quer saber como é uma viagem de bonde em Lisboa? Assista ao vídeo do Visit Lisboa:

yH5BAEAAAAALAAAAAABAAEAAAIBRAA7 - Transporte público em Lisboa: como andar por lá?

PLANEJE A SUA VIAGEM!

Avatar

Olá, meu nome é Thatiane Ferrari

Jornalista especializada em cultura. Já zanzei por mais de 35 países, na maioria das vezes sozinha e com o orçamento curto. Decidi reunir aqui minhas andanças pelo mundo, com o objetivo de compartilhar e estimular a ideia de menos consumo e mais vivência. Viajar é possível, basta planejar!

Fachada da LXFactory

LXFactory: um lugar para bater o ponto

por: Thatiane Ferrari
O seu Pietro está? Perguntei a um rapaz que me respondeu não, do alto da escada encostada na estante colorida cheia de livros. Insisti com um olhar desapontado e ele continuou: “de...