Templo de Philae
13.08.2020 O que fazer em Assuã? A mais fascinante do Nilo

Mais do que uma simples porta de entrada para quem quer conhecer de perto Abu Simbel, a pequena Assuã possui uma personalidade única. É nesta região que o Nilo se une ao deserto, formando pequenas ilhotas em meio ao rio, convidando os viajantes a se aventurarem em suas águas calmas. 

Durante as antigas dinastias, a cidade servia de ponto estratégico para a rota entre a Núbia e o Sudão.  Por conta disso, dentro de uma lista com o que fazer em Assuã é importante destacar a influência da comunidade Núbia, presente até hoje nos costumes e tradições locais.


Como chegar em Assuã?


Trem no Egito
As viagens de trem demoram, porém são mais baratas

Saindo da capital do Egito, o Cairo, a viagem de 900 km até Assuã pode ser feita de avião ou trem. Pelos ares o trajeto chega a durar 1h20. De trem, é complexo saber o tempo exato da viagem, já que cada locomotiva possui um tipo de tíquete, de acordo com as velocidades e as paradas.

Minha experiência com o trem foi positiva mesmo estando em uma classe não turística. Levei meu próprio lanche e vi funcionários vendendo chá e biscoitos. Os outros passageiros foram bem agradáveis, pois mesmo sem conseguirmos trocar nenhuma palavra, ganhei sorrisos, doces e sanduíches. O trajeto durou 8 horas e como descrevo na matéria “Roteiro pelo Egito: como programar uma viagem”, quem agilizou toda a logística foi a agência egípcia que contratei previamente. 


O que fazer em Assuã, no Egito? Melhores dicas!


Cidade de Assuã Egito
Assuã: ruas calmas e povo hospitaleiro

Nem parece que Assuã é uma cidade turística, de tão tranquila que são suas ruas. A vida por lá acontece, independente da nossa presença. Mais do que em outros lugares, ali é possível ver a vida como ela é. Reserve algum momento do dia para caminhar pela cidade – de preferência quando o sol estiver mais ameno – para tirar a prova!

Confira a seguir o que fazer em Assuã, uma das cidades mais encantadoras do Egito: 

PLANEJE SUA VIAGEM PARA O EGITO : 
Como tirar o visto para o Egito?  
Viagem ao Egito: tudo o que você precisa saber!  
O que fazer em Luxor?  
Cruzeiro no Egito: como funciona?  
O que fazer em Assuã?  
Abu Simbel: a obra-prima egípcia  
– O que fazer no Cairo? Conheça a capital do Egito  


Templo de Philae


Templo de Philae
Complexo arqueológico em Philae

Assim como os templos de Abu Simbel, o Templo de Philae teve que ser transportado de seu lugar original por conta da construção da Represa de Assuã Alta (conto mais aqui). Construído dentro da ilha de Philae, o Templo teve que ser deslocado para a Ilha de Agilika com o apoio da UNESCO.

Como se pode imaginar, apenas de barco é possível chegar na ilha. O local é um complexo arqueológico com diversas ruínas. A mais interessante é o Templo de Ísis, a deusa do amor, que mescla estilos arquitetônicos, já que foi construído entre o período ptolomaico e romano. 

Em outras regiões da ilha, ficam o Templo de Hathor e o Pavilhão de Nectanebo II, um imenso pátio cheio de colunas. É no Pilone de Adriano que estão os últimos hieróglifos produzidos no Egito, marcando a passagem aos novos governantes. Próximo dele fica o Pavilhão de Trajano, onde o imperador romano é representado frente aos deuses egípcios entregando um incenso. 

Seguro Viagem Oriente Medio

Obelisco inacabado


Na região sul da cidade descansa um gigante que, provavelmente, nem acordou! É o Obelisco Inacabado de Assuã, uma enorme estrutura de 42 metros que possivelmente não foi concluído durante o Antigo Egito por conta do surgimento de fissuras na rocha. Apenas três lados estão esculpidos.


Represa de Assuã


Repressa de Assuã
Repressa de Assuã: um dos pontos mais vigiados do país

De modo a melhorar a vida da população egípcia e controlar o fluxo de água do Nilo, oferecendo maiores áreas de cultivo e produção de energia elétrica, foi construída a Represa de Assuã, no início do século passado. Logo, o problema é que, com o passar do tempo foi necessária fazer uma nova construção para regular o nível das enchentes.

Assim, começou um grande estudo e discussão sobre a construção da chamada Assuã Alta. Para dar vazão, seria preciso construir uma grande área com água, porém deixariam submersos alguns dos mais preciosos templos do Egito. De qualquer modo, algumas transposições foram feitas e assim nasceu o maior lago artificial do mundo, o lago Nasser.

Visitar essa região é vivenciar essa história e ver de perto a força da água em pleno deserto. Vale lembrar que esta é uma das áreas mais vigiadas de todo o país, já que para entrar no território tivemos que passar por bloqueios policiais. É proibido tirar fotos no percurso e elas são liberadas apenas em um único local.


Felucca no Nilo


A felucca é um barco de madeira sem motor, movido com a força do vento. Por lá, é comum ver as pequenas embarcações deslizando lentamente pelas águas calmas do rio. Em síntese, dá para contratar de maneira avulsa e explorar as ilhotas próximas, cheias de ruínas e inscrições da civilização antiga.

Booking.com

Sharia as-Souk


Vendedores egípcios
Eu com o vendedor egípcio: fotos é desconto garantido!

A cidade de Assuã sempre foi uma forte rota mercadológica desde os tempos antigos e a Sharia as-Souk chama a atenção com suas pequenas ruelas cheias de gente e mercadorias. Em uma mistura de cores e cheiros em labirinto sem fim, somos levados a explorar cada canto do lugar. Definitivamente, esta é a parte mais agitada da cidade. Por lá encontramos de tudo e as ordens são duas: garimpar e pechinchar. Temperos exóticos, ervas, papiros, tapetes, roupas, trajes de dança do ventre e jóias são alguns dos itens disponíveis. Por fim, prepare-se para tirar fotos com os vendedores em troca de descontos.


Museu da Núbia


Museu da Núbia
Museu da Núbia: para quem quer conhecer a história do povo núbio

Com a finalidade de preservar os costumes e tradições do povo local, o Museu da Núbia possui um rico acervo sobre a comunidade. De antemão, a dica é ir com tempo para contemplar não apenas as peças, mas também a arquitetura elaborada pelo artista Mahmoud El-Hakim. A população da antiga Núbia hoje é dividida entre o Egito e o Sultão e ainda preserva os costumes da vida original.  

Foi neste museu que fui seguida por alguns adolescentes egípcios. Enquanto eu olhava sozinha as exposições eles tiravam foto de mim. Quando percebi o guarda do local já estava entrando em ação. Educadamente posei para a foto com eles, o que é muito comum no Egito, e pronto. Assunto resolvido! É bom se acostumar, pois no geral o povo local adora fazer selfies com viajantes.


Abu Simbel


Como não poderia faltar, temos um capítulo especial aqui no Zanzemos explicando tudo sobre Abu Simbel e como chegar lá, clica para ler depois! Para quem não sabe, Abu Simbel é um complexo de templos construídos a mando de Ramsés II. O primeiro deles leva o nome de Abu Simbel e foi projetado em consagração do próprio faraó. Já o outro recebeu o nome de Templo de Hathor, em homenagem a sua esposa preferida, Nefertari.


Seguro Viagem para o Egito


Templo de Philae
Templo de Philae: local de culto à deusa Ísis

Até o momento não é obrigatória a contratação de um seguro viagem para entrar no Egito, porém é mais do que recomendado. Pesquise uma cobertura que possa cobrir serviços médicos em caso de um acidente ou até mesmo um mal estar. O calor costuma ser intenso e pode gerar problemas de digestão e intestinais.

Dentre as empresas que conheço, a que eu uso sempre é a Real Seguros. Eles funcionam como uma corretora online. Basta preencher os dados da sua viagem e já aparecem diversas opções de seguradoras. O atendimento deles é ótimo, pode confiar!


Onde se hospedar em Assuã?


Assua no Egito
Prefira sempre uma hospedagem de frente ao rio

Certamente a melhoraria para ficar hospedado na cor Nishi em frente ao rio Nilo, além de ser também a área mais bonita da cidade e também próximo aos locais de onde saem os cruzeiros pelo Nilo. Quando fui, fiquei hospedada no Nile Hotel

A estrutura bem simplista e atendimento tranquilo. Meu quarto ficava de frente e pude acompanhar o pôr do sol com direito a acompanhar as feluccas no rio.

Para quem busca uma hospedagem na ilha, uma opção é o The Mango Guest House, muito bem avaliado no Booking.

Outro com o preço ótimo é o Meshra Katto Hotel, que possui até uma área de praia privativa. Para o calor de lá, isso certamente virá um oásis.

Se você pode investir um pouco mais, o melhor do que fazer em Assuã, é estar no Sohitel Legend Old Cataract.  Construído em 1899, todo em estilo mourisco, o hotel está localizado bem frente a Ilha Elefantino, bem no rio Nilo. Foi nele que Agatha Christie, escritora inglesa de suspense, ficou hospedada para escrever um livro Morte no Nilo, mais uma aventura do seu agente secreto Poirot.


Planeje sua viagem

Hospedagem - Ícone Flaticon
Airbnb - Ícone Flaticon
Seguro Viagem - Ícone Flaticon
Aluguel de carros - Ícone Flaticon
Avatar

Olá, meu nome é Thatiane Ferrari

Jornalista especializada em cultura. Já zanzei por mais de 35 países, na maioria das vezes sozinha e com o orçamento curto. Decidi reunir aqui minhas andanças pelo mundo, com o objetivo de compartilhar e estimular a ideia de menos consumo e mais vivência. Viajar é possível, basta planejar!

Esfinge no Cairo
Diretamente dos livros de história para a sua retina: uma viagem ao Egito é, na maioria das vezes, a realização de um sonho de criança. Adentrar pirâmides, tumbas e templos de uma das civilizaç...
Templo de Horus

Cruzeiro no Nilo: como funciona?

por: Thatiane Ferrari
Possuidor do poder de transformação, o rio da vida, como o Nilo é conhecido, sempre foi a referência maior de todo o Egito. Próximo de onde suas águas correm, os terrenos são férteis e as cond...

Como tirar visto para o Egito?

por: Thatiane Ferrari
Conhecer de pertinho as pirâmides sempre foi um dos meus sonhos de viajante, porém quando comecei a fazer o planejamento da viagem me deparei com a questão: como tirar o visto para o Egito? Empenha...