Bate e volta – Do Cairo até Alexandria, no Egito

Bate e Volta para Alexandria Zanzemos
Alexandria, a segunda maior cidade egípcia,  fundada por Alexandre, o Grande em 332 a. C e lar da mais famosa rainha do Egito, Cleópatra.

Para quem está hospedado no Cairo, quer conhecer Alexandria, mas não tem muito tempo, uma ótima opção é fazer um bate e volta. Sem saber ao certo como chegar até lá pesquisei em duas agências as opções para uma viajante solitária. Uma delas me cobrou 900 libras egípcias e a outra 110 dólares.

Diante desses preços tão abusivos, resolvi pesquisar e encontrei a melhor opção em relação a custo/benefício: ir de ônibus.

Uma das empresas que oferecem o serviço é a Go Bus. A viagem possui duas horas de duração e o terminal para pegar o ônibus é atrás do Museu do Cairo, passando por baixo do viaduto. É bem fácil. O ônibus é limpo, com ar-condicionado, poltronas novas e televisão.

Em junho de 2015, a viagem de ida e volta saiu por 80 Libras Egípcias, no ônibus Deluxe – o único disponível. A estação de ônibus em Alexandria não é perto do centro. De lá é preciso tomar um táxi. Negociando conseguimos chegar ao preço de 30 Libras Egípcias.

O trânsito por Alexandria também é horrível mas, com a brisa do mar tudo fica bem melhor. Um ótimo ponto de referência para pedir ao taxista é a Biblioteca. De lá é possível (com muita força de vontade) caminhar até as principais atrações da cidade.

IMG_4138Pela janela

IMG_4137Ônibus novo, limpo e com ar condicionado

 

Restaurante Egípcio Koshary Abou Tarek

AbouTarek
Arroz, macarrão, lentilha, grão de bico e cebola frita. Tudo isso regado com um suculento molho de tomates. Deu água na boca?

Esse é o koshary, tradicional comida que não pode faltar na mesa dos egípcios. É como se fosse o arroz e feijão para nós, brasileiros. A aparência não é tão boa, mas o gosto posso lhe garantir que é muito bom.

No Egito ele é tão popular que alguns restaurantes se especializaram e só possuem no cardápio esse prato. É o caso do Koskary Abou Tarek, um restaurante de 4 andares tipicamente egípcio que recebe poucos turistas. É curioso perceber que todas as vezes que fui a televisão estava ligada em algum canal que exibe ao vivo a movimentação perto da Caaba, a pedra negra que fica em Meca, na Arábia Saudita.

Os garçons são super atenciosos e alguns falam inglês. O atendimento é rápido e muito barato. Para se ter uma ideia, em junho de 2015 o prato médio estava 10 libras egípcias e o grande 15 libras egípcias.  Ele é próximo ao Museu do Cairo, porém os bares, o comércio e a sujeira da rua assusta um pouco, mas não deixe de ir.  Certamente é uma opção deliciosa e barata para quem gosta de vivenciar também a culinária local.

O canal de notícias norte-americano CNN fez uma matéria especial no restaurante. Confira:

Serviços:
Koshary Abou Tarek
16 St. Champolion – Cairo
Facebook: Koshary Abou Tarek

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...