15.11.2016 Como comprar ingressos para o Teatro Bolshoi

img_2981 Considerado Patrimônio Cultural Mundial pela ONU e a UNESCO, além de um dos mais fortes símbolos russos, o Teatro Bolshoi se destaca por possuir uma das mais importantes companhias de balé e ópera do mundo. Foi lá que em 1877, Tchaikovsky estreou o mundialmente conhecido “O Lago dos Cisnes”. Quando eu pensava em conhecer a Rússia logo surgia na mente toda a tradição cultural que esse povo carrega. Mais do que visitar lugares históricos, minha ânsia era a de assistir alguns espetáculos e vivenciar um pouco disso tudo. Pode pensar que é exagero, mas considerava o simples ato de pisar no Teatro Bolshoi uma experiência de vida, da mesma forma que estava na minha lista conhecer o Teatro de Artes de Moscou (mesmo que da porta) e assistir ao The Old Moscow Circus (conto um pouco AQUI).

img_3520

Antes do terceiro sinal

Minha vontade era assistir ao balé, mas por consequência do destino no período da minha estadia na Rússia eles estariam em tour por aqui. Uma curiosidade é que o Brasil é o único país que possui uma escola do Bolshoi, na cidade de Joinville, em Santa Catarina. O legal é que a companhia russa possui atualmente quatro brasileiros no elenco, entre eles três formados na escola brasileira. Mudança de planos e tive que me contentar em assistir um concerto. Eles oferecem visitas guiadas pelo teatro, mas não era bem isso que eu procurava.

Contrariando a informação que li em um blog de que “é praticamente impossível comprar ingressos pelo site, sendo estrangeiros, então o melhor é solicitar através de agências ou guias”, comprei sozinha o meu ticket no site oficial. Com cerca de um mês de antecedência consegui fazer a reserva do ingresso para a apresentação do Bolshoi Theatre Brass Ensembles Concert. O legal do site é que ele informa quantos ainda têm disponíveis, então dá para você se programar. Paguei a quantia de 500,00 Rublos, mais ou menos 26,00 Reais.



  Quer saber mais sobre a Rússia?

          + Viagem de trem: de Moscou a São Petersburgo

          + The Old Moscow Circus – o fantástico circo em Moscou

          + Como comprar ingressos para o Teatro Bolshoi

          + Dica de visita: Kremlin e o Mercado Izmailovsky  

 



Pisando no Bolshoi

img_3528

Comprando antes consegui um lugar pertinho do palco

Por estar chovendo bastante cheguei com uma certa antecedência, o que foi ótimo pois pude explorar a lojinha um pouco antes de entrar na sala de espetáculo. Um curiosidade é que na entrada além de mostrar meus pertences, a guarda pediu também que eu abrisse minha garrafa de água para que ela pudesse cheirar e verificar que não se tratava de vodka kkkk Lá dentro o público segue para uma sala onde é possível guardar seus casacos. Como estava bem frio pude acompanhar a elegância das vestimentas, em cores sóbrias e tecidos imponentes. Na verdade no site tem uma parte destinada a etiqueta, informando quais são as roupas mais apropriadas para frequentar o espaço.

Como estava frio fui toda de preto, com casaco e bota, mas realmente não pensei em levar uma roupa especial. Na sala do concerto, a Beethoven Hall, uma mescla de pessoas de diversas idades compunham o público. Vi crianças ficarem quietinhas acompanhando cada canção do programa. Não preciso nem dizer que fiquei encantada com o concerto. Todos os músicos do conjunto são solistas do Bolshoi. No Brass Ensemble eles executam estilos mais diversificados. Além da música clássica eles passeiam pelo jazz, folk e até a… bossa nova! O ponto principal para mim foi quando o maestro tocou “Chega de Saudade” do Tom Jobim e Vinicius de Moraes. Confesso que me emocionei!

Serviço:
Teatro Bolshoi Endereço: Teatralnaya SQ, 1 – Moscou – Rússia
Informações: +7 (495) 455-5555 ou sales@bolshoi.ru http://www.bolshoi.ru
Metrô: Estação Teatralnaya (saída Theatre Bolshoi) ou Ryad Okhotnyi (saída para Theatre Square).

Olá, meu nome é Thatiane Ferrari

Jornalista especializada em cultura. Já zanzei por mais de 35 países, na maioria das vezes sozinha e com o orçamento curto. Decidi reunir aqui minhas andanças pelo mundo, com o objetivo de compartilhar e estimular a ideia de menos consumo e mais vivência. Viajar é possível, basta planejar!

Grupo Contadores de Estórias de Paraty

por: Thatiane Ferrari
Uma boa pedida para quem está de férias por Paraty é incluir em seu roteiro o espetáculo de teatro de bonecos do Grupo Contadores de Estórias. O grupo foi fundado em 1971, na cidade de Nova York,...