Viagem de trem: de Moscou a São Petersburgo

trem_noturno_russia
Não foi o charme e nem a possibilidade de me sentir em um filme dos anos 1920 que me fez optar por uma viagem de trem de Moscou a São Petersburgo. Longe disso. O que me levou a escolher as linhas ferroviárias na Rússia foi a certeza de economizar alguns rublos e hospedagem.

Optei por comprar a passagem com dois meses de antecedência pela Russian Train e acho que foi a melhor opção, já que não tive que tentar nenhum contato verbal em russo. O site com tradução em inglês só é confuso na hora de escolher os assentos. Como não tinha experiência nisso, acabei escolhendo na cara e na coragem.

Comprei meu bilhete de viagem noturna, com saída às 1h15 e chegada às 10h09, por $57.53 (Abril/2016), com saída pela Leningradskiy Railway Station (Ленинградский Вокзал), localizada no metrô Komsomolskaya. Do outro lado da rua. Aconselho chegar com uma certa antecedência, não apenas para admirar a arquitetura da estação de metrô (simplesmente maravilhosa), mas também para se localizar. Não se iluda, absolutamente TUDO é em russo. Me perdi e precisei da ajuda de alguns desconhecidos (que eu chamo de anjos) pelo caminho!

A estação de trem é bem equipada com banheiro, lanchonetes e Wi-Fi, o que faz também ser super procurada por moradores de rua que dormem em seus bancos.

ticket_para_o_trem_Moscou_SaoPetersburgo

Minha passagem: russo e inglês

Foi bem confuso encontrar o meu assento, só consegui com a ajuda de alguns passageiros. O espaço é bem reduzido (lê-se pequeno e apertado). Mala grande (igual a minha) sofrem com os corredores reduzidos e o compartimento no alto do vagão. Se não fossem meus companheiros de trajeto…

Outro ponto que vale a pena citar é o atendimento após a compra. Recebi um e-mail com informações sobre o local da partida e frases úteis traduzidas do inglês para o russo caso fosse necessário usar:

Existe também a possibilidade do trem bala chamado Sapsan, que liga as duas cidades em apenas 4 horas de viagem. Como a minha ideia era viajar de noite, resolvi não investir.  Caso você preferia avião, também existe a opção da Siberia Airlines, que às vezes apresentam preços bem competitivos com os trens.



      Quer saber mais sobre a Rússia?

          + The Old Moscow Circus – o fantástico circo em Moscou

          + Como comprar ingressos para o Teatro Bolshoi

          + Dica de visita: Kremlin e o Mercado Izmailovsky  



Moscou a São Petersburgo – trem noturno

Existem dois tipos de vagões pela Russian Train . Os “Coupé”, que são mais confortáveis, com compartimentos e consequentemente mais caros e os “Platzkart”, com quatro beliches em cada compartimento, sem separação e mais barato. Adivinha qual eu escolhi? Claro que a última opção!

A cada 4 assentos existe uma mesa que é compartilhada. Cada dois assentos são 2 camas. Uma onde as duas pessoas sentam e a outra no alto. É preciso entrar em um consenso com seu companheiro, pois um tem que subir para que o outro possa dormir. O mesmo acontece de manhã. É preciso que o de baixo acorde para que o outro possa descer e sentar na mesa. Não espere wi-fi dentro do trem, viu.

Dicas_trem_Russia

E-mail super útil que recebi dias antes da viagem

É oferecida toda a roupa de cama e travesseiro. Não sei se foi o cansaço, mas confesso que achei bem confortável. Esse trajeto é muito utilizado pelos próprios moscovitas, então acaba sendo também uma maneira de você se inserir na cultura local. Vi poucos turistas por ali.

Pela manhã no fundo do vagão são vendidas snacks e bebidas quentes em porta-copos de metal super interessantes. O banheiro não estava muito limpo, mas comparado com o banheiro modelo asiático do Terminal na chegada, aconselho você a se resolver no primeiro!

A facilidade de ir de trem para São Petersburgo é que a Moskovsky Rail Terminal (Московский вокзал) fica bem na avenida principal da cidade, a Nevsky Prospekt, onde estão localizados os principais hotéis e hostels. É ideal que você fique hospedado nessa região, pois é próximo dos principais pontos turísticos, restaurantes e lojas.

Serviço:
Russian Trains
www.russiantrains.com

The Old Moscow Circus – o fantástico circo em Moscou

the-old-circus-ok
A magia do “maior espetáculo da terra” sempre me fascinou e como fã dos palhaços russos Oleg Popoov e Slava Polúnin (do Slava Snow Show) não teria como ir pra Rússia e não assistir nenhum espetáculo. Escolhi então conhecer o mais antigo circo localizado na capital, o The Old Moscow Circus.

Mesmo após a revolução de 1917 os líderes da União Soviética reconheceram a importância da arte. Mantiveram e ampliaram escolas de circo e ballet como uma forma de aumentar o acesso da população. O The Old Moscow Circus é um exemplo dessa política. Inaugurado em 1880, ele tornou-se em 1929 um centro de treinamento de circo estatal, o primeiro do mundo.

macaquinho-ok

Entretenimento com animais na porta do circo



Ela até hoje é um referência quando o assunto é arte. Para se ter uma ideia, segundo A Gazeta Russa de 20 a 25% do elenco do mundialmente famoso grupo canadense Cirque du Soleil é oriundo de países antigamente constituídos pela URSS. Só com essa informação conseguimos compreender a potência soviética no assunto.

Comprando o ingresso para o Moscow Circus

kacca-ok

Blheteria em russo é театральная касса

Para conseguir o preço promocional tive que garantir meu ingresso um dia antes na bilheteria do circo (кассa) , que fica em uma entrada ao lado. O espetáculo possui oito setores com valores que vão de 500 a 3500 rublos. O valor do meu ticket saiu por 600 rublos. A localização do meu assento não era perfeita, mas pude assistir tranquila.

Estive pesquisando e agora o ingresso pode ser comprado pela internet nesse link: https://www.ticketland.ru O site é inteiro em russo, mas você pode habilitar a tradução na página do Chrome. Os horários dos espetáculos variam, mas aos finais de semana costuma ter mais de um horário disponível.

mplan2016

Clique para ampliar!

 



  Quer saber mais sobre a Rússia?

          + Viagem de trem: de Moscou a São Petersburgo

          + Como comprar ingressos para o Teatro Bolshoi

          + Dica de visita: Kremlin e o Mercado Izmailovsky  

Respeitável Público!

Como uma boa curiosa resolvi chegar um pouco mais cedo no dia do espetáculo para conseguir observar como os moscovitas consomem tal atração. Para o meu espanto (e tristeza, já que não gosto) acabei me deparando com a utilização de diversos animais sendo usados para tirar fotos com o público.

dromedario-ok

Antes do primeiro sinal

Cachorros, camelos e até tigres e leões. Os dois últimos sendo conduzidos por adestradores, que com cordas tão curtas, não dariam conta de prevenir qualquer desastre.

Como em toda casa de espetáculo na Rússia, o circo possui um guarda-volumes gratuitamente para que você possa deixar seus casacos. Faça isso pois escolhi me arriscar e passei um terrível calor lá dentro. O assento é pequeno e o volume do casaco acaba incomodando também.

familia-e-animais-ok

No interior do circo, uma surpresa. Que arquitetura maravilhosa!!! Nunca imaginei que entraria em um espaço circense sem ter que me deparar com a nossa tão companheira lona. O picadeiro é tão lindo que abriga um palco especial para a orquestra tocar ao vivo.

mfluer-magic

Cartaz do espetáculo

Durante o espetáculo é proibido fotos. Foram 2 horas e 20 minutos (com uma pausa rápida) de puro talento dos artistas russos, com técnicas tão limpas e perfeitas que facilmente conduziram o público para a magia da arte. Não vou dizer que não foi surpreendente o número final com diversos elefantes, mas preferia que eles estivessem em seu habitat natural.


Serviço:
The Old Moscow Circus – http://www.circusnikulin.ru
Endereço: Tsvetnoy Boulevard, 13 – Moscou – Rússia
Tel. +7 (495) 625-8970
Tickets online: https://www.ticketland.ru 

 ​Kremlin e Mercado Izmailovsky

fullsizerenderff
Infelizmente eles não são muito divulgados e, quando citados em guias de turismo ganham sempre um pequeno destaque com poucas linhas sobre o que realmente significa, figurando sempre apenas na área da recomendação de lugar quando o assunto é economia em souvenirs.

fullsizerender_21

Dentro do Izmailovsky Kremlin


O Izmailovsky Kremlin (Измайловский Кремль – Kremlin  Izmailovo) que abriga também o Izmailovsky Market (Рынок Измайловский – Mercado Izmailovo), foi fundado por Alexander Fedorovich Ushakov e Marina V. Alexeyeva em 2003. A ideia era criar de um centro de cultura e entretenimento russo, onde anteriormente teria sido uma região para as olimpíadas de 1984.

Após um grave incêndio em 2005, ele voltou a ser reconstruído e hoje mantém firme uma arquitetura singular, repleta de encanto e magia. É uma atração imperdível que reúne história e tradição e permanece aberto todos os dias da semana.

 

fullsizerender_111

Bonecas Russas: variedade de tamanhos, cores e preços!


O Mercado Izmailovsky é sim o melhor local para comprar presentes, mas também é um dos maiores espaços para ter contato direto com a cultura russa. Isso porque, fora da rota tradicional turística, ele reúne os moscovitas para passeios de final de semana. O melhor dia para visitação é aos domingos, quando todas as atrações estão abertas.

 

fullsizerender_12

Programação dominical moscovita


Foi lá que conheci a minha amiga russa que fala português, Alexandra Grigorieva (conto sobre nosso encontro AQUI). Ela estava com sacolas cheias de comida para o almoço familiar de domingo, comprado em uma das centenas de barracas do mercado.

Inúmeros tipos de matrioskas (bonecas russas) pintadas à mão, objetos do período soviético e da II Guerra Mundial, quadros, tapetes de carcaça de animais, chapéus de pele, mercado de pulgas, echarpe de seda, câmeras antigas, miniaturas de igrejas e bustos do Lênin. É possível encontrar tudo isso e muito mais por lá. Uma dica: use e abuse do seu poder de barganha e ganhe facilmente descontos!

 

fullsizerender_1

Sim, por lá tem de tudo!

A parte do Kremlin é uma atração à parte. Certamente você vai suar para tentar encaixar todas as torres coloridas no enquadramento da foto. O lugar é surpreendente e abriga galerias inusitadas como o Museu da História da Vodka, o Museu do Chocolate, o Museu Vivo da Artes Folclóricas, Museu da Frota Russa, entre outros.

Crianças são bem vindas, pois o local possui um espaço enorme com diversas atrações interativas para os pequenos, além do Museu Russo dos Brinquedos.

fullsizerender_19

Bazar no Kremlin

Entrei curiosa em uma das casas e encontrei um bazar alternativo, com um rapaz tocando gaita e moças vendendo bijuterias.

img_9840

Clique para ampliar

O Izmailovsky oferece uma placa na porta com um mapa, mas acho eu que o mais legal é ir com tempo e se permitir perder-se por lá. De qualquer modo, aí vai o mapa (como tudo em Moscou, em russo)!

 



  Quer saber mais sobre a Rússia?

          + Viagem de trem: de Moscou a São Petersburgo

          + The Old Moscow Circus – o fantástico circo em Moscou

          + Como comprar ingressos para o Teatro Bolshoi

Como chegar ao “Complexo Izmailovsky “?

 

fullsizerender

Entrada do caminho que leva até o Mercado

Para chegar ao Kremlin Izmailovsky é fácil. Basta pegar a linha de metrô azul escura de número 3 Arbatsko-Pokrovskaya (Арбатско-Покровская) e descer na estação Partisanskaya (Партизанская). Achei os mapas um pouco confusos, mas não tem erro se você seguir o fluxo de visitantes saindo à esquerda da estação de metrô. Em uma pequena caminhada já é possível ver as torres da entrada ao fundo. Em muitos lugares li que havia taxa de entrada, mas não encontrei na porta do Mercado nenhuma bilheteria.

Confira mais imagens:

fullsizerender_7

Medoooo

 

fullsizerender_6

Medoooo 2

 

fullsizerender_444

Para aguentar o frio russo

 

fullsizerender_8

Antiguidades

 

fullsizerender_2

URSS X USA

 

fullsizerender_3

Lênin, sempre presente!

 

fullsizerender_4

Soviéticos

 

fullsizerender_5

Dá para enlouquecer aqui!

 

fullsizerender_9

Garimpando

 

fullsizerender_10

Mercado de Pulgas

 

fullsizerender_11

Moscovitas

 

fullsizerender_13

Imagem interna da porta principal do Kremlin

 

fullsizerender_14

Igreja de São Nícolas

 

fullsizerender_15

Mimos no Kremlin

 

fullsizerender_16

Parede do Bazar, no Kremlin

 

fullsizerender_17

Um lugar maravilhoso desses tem que aproveitar

 

fullsizerender_18

Som delícia no Bazar do Kremlin

 

fullsizerender_20

Mais um pouco do Bazar. Olha a maravilha dessa pintura na parede

 

fullsizerender_22

Dia inesquecível. Lugar imprescindível

 

fullsizerender_222

Arte russa

 

fullsizerender_333

Cada coisa mais linda que a outra 

Serviços:

Izmailovsky Kremlin  (Измайловский Кремль – Kremlin  Izmailovo)  e Izmailovsky Market (Рынок Измайловский – Mercado Izmailovo)
Endereço: Измайловское шоссе, 105187 Moscow
Telefone: +7 495 215-34-57

http://www.kremlin-izmailovo.com

Crônicas de uma viajante: Bossa Russa

Rússia_Moscou_Família_Maravilhosa

Desperto no domingo de manhã do outro lado do mundo: Rússia. Na minha frente um dia inteiro de possibilidades e ao meu lado ninguém. Faço a checagem das anotações e planejo detalhadamente meu dia, com o prazer que só quem viaja sozinho consegue sentir.

Após enfrentar o temido, porém belíssimo metrô de Moscou, com todas suas placas e mapa em alfabeto cirílico, chego ao meu primeiro e principal destino do dia. Cercado de muralha com torres, na margem norte do rio Moscou, o Kremlin é o centro do poder político de toda a Rússia. Por trás de seus tijolos vermelhos existem prédios históricos, residência oficial, catedrais e tumbas.

Tudo estaria certo se a minha bota não resolvesse, ao cruzar o portão do Jardim de Alexandre, soltar uma parte considerável do solado. Tentei continuar a andar, mas depois de dois tropeços percebi que não daria para seguir o caminho.  Avistei uma porta que parecia um depósito dos funcionários, entrei. Lá dentro na penumbra um senhor ajeitava em um canto alguns objetos de jardinagem. Ele não entendia inglês e nem o desespero que me atormentava. Mostrei meu problema e a resposta foi uma cara de “não posso fazer nada”.

Sem ter nem ao menos um chiclete para unir as duas partes e quebrar um galho, resolvi ir atrás de uma cola, em uma caminhada de 1,5 km, até chegar a um mini mercado. Foi como encontrar água no deserto. A animação me deixou tão fora de mim que acabei estourando a embalagem da super cola na mão. Só quem já viveu a aflição de tentar tirar aquele grude da pele sabe o que senti.

Meus Dias na Rússia

Minha bota falando “oi! “

Nessa altura meu humor já estava tipicamente russo e sem condições de retornar ao Kremlin. Foi aí que tomei uma das melhores decisões da minha jornada, com a vantagem de ser uma viajante solitária e poder mudar completamente meu destino. Fui para o Mercado Izmailovsky, no extremo da cidade e distante de toda aquela agitação. (Para saber mais sobre o Mercado Izmailovsky, clique AQUI)

 



  Quer saber mais sobre a Rússia?

          + Viagem de trem: de Moscou a São Petersburgo

          + The Old Moscow Circus – o fantástico circo em Moscou

          + Como comprar ingressos para o Teatro Bolshoi

          + Dica de visita: Kremlin e o Mercado Izmailovsky  



O Mercado Izmailovsky é uma espécie de feira popular com souvenir, mercado de pulgas, comidas típicas, tudo junto e com uma arquitetura ímpar, cheia de torres coloridas.

Em meio a tantas matrioskas, miniaturas de igrejas e bustos do Lênin comecei a pesquisar presentes para meus amigos comunistas. Foi em uma loja, buscando uma explicação com a vendedora sobre os distintivos dos bottons soviéticos que escutei ao lado a seguinte frase: eu falo português.

Filha de coreanos e nascida no Uzbequistão, uma das repúblicas que formavam a extinta União Soviética, Alexandra Grigorieva é apaixonada pela cultura brasileira, tanto que aprendeu o idioma.

O mais curioso é que ela nunca colocou os pés por aqui, mas fala com a propriedade de quem nasceu em terras tupiniquins. Trabalha como contadora e é casada com o artista russo, Alexander. Os dois fazem parte da banda Time Of The Night (Время ночных людей), que toca além de jazz, música brasileira.

Encantada me deixei ser conduzida pelo mercado, guiada pela conversa e por Maria, filha da Alexandra, que segurava minha mão ainda cheia de cola com sua mãozinha tão delicada. Na despedida recebi o convite para conhecer na noite seguinte sua família completa.

Às 19 horas eu já estava na estação Perovo do metrô, aguardando minha nova amiga me buscar. Ao chegar no pequeno apartamento, localizado em uma espécie de conjunto habitacional da era soviética, fui recebida por seus filhos, Vera de 1 ano, Edmundo de 3 e Maria de 5, que esperavam ansiosos a minha chegada.

Papo, pizza e rum foram os ingredientes da noite que teve como “prato principal” bossa nova em português e em russo. Minha anfitriã me deixou com os olhos cheios de lágrimas quando resolveu cantar Caminhos Cruzados do Tom Jobim, acompanhada pelo dedilhado do violão de Alexander.

Vou sentir saudades, me disse Alexandra enquanto consolava Edmundo, que triste chorava com a minha partida.  E de pensar que tudo isso se deu por conta de uma velha bota…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...