1607053_10202653541917016_133100791_n

A cidade de São Thomé das Letras, em Minas Gerais é considerada um grande pólo de magnetismo energético. Por este motivo, atrai desde sempre milhares de pessoas que buscam uma forma de encontrar seu eixo espiritual.

Para atender esta demanda, muitos grupos realizam encontros, retiros espirituais ou mantêm suas próprias sedes nas montanhas. É o caso da Fundação Harmonia de Artes e Conhecimentos Transcendentais.

Fundada em 1988 por um grupo de jovens de Araras, cidade do interior de São Paulo, a entidade nasceu com o propósito de criar uma forma de convivência individual e social pautada no auto conhecimento, expansão de consciência, cidadania planetária e cósmica.

Do alto do mirante do Cruzeiro é possível avistar sua cúpula e edificações. Desde a primeira vez que pisei na cidade, tive a vontade de conhecer este espaço. A oportunidade chegou em um dia extremamente simbólico para mim: 1º de janeiro, data em que a mudança está no ar e as energias estão se renovando.

1095039_10202653544237074_1370553606_n

A comunidade está localizada na estrada que segue em direção a Sobradinho, próxima a Cachoeira da Lua. Logo na entrada, recebemos a nossa comanda para o almoço que consiste em uma refeição ovolactovegetariana completa com direito a sobremesa, chá e café (R$ 16,00). Bebidas são cobradas à parte.

Quem escolhe almoçar no local, o passeio para conhecer as dependências da comunidade acaba saindo de graça. Para quem não elege esta opção, a visita com duração de aproximadamente uma hora sai por R$3,00, tendo início às 16h.

O sincretismo religioso é a essência da Fundação, que agrega em sua arquitetura, os mistérios de cada doutrina. Fomos guiados por Maria, uma das voluntárias que trabalham no local. De olhar calmo e voz suave, ela nos contou orgulhosa que é uma ex-paulistana, vinda da Escola Harmonia Alpha Cruz (unidade da Fundação na capital paulista ).

1513264_10202653542317026_1658722437_n

Os moradores da Fundação Harmonia são chamados de “Os Harmônicos” e vivem em regime de comunidade de forma totalmente altruísta.

Durante todo o trajeto é impossível não se encantar com as histórias, edificações e beleza natural. As formas e cores envolvem os visitantes. Quem tiver sorte, como nós, poderá ser agraciado com a presença de algum elemento da fauna local, no caso uma cobra de 1 metro e meio, aproximadamente.

O Decágono localizado na parte de cima merece destaque. O platô com dez lados utilizado para práticas de meditação potencializa as manifestações energéticas. Obviamente que durante a visita todos correm para adentrar o espaço e ficar o máximo de tempo possível.

1538761_10202653546477130_2039023449_n

Outro ponto alto da visita é a região do milharal onde eles construíram um grande átrio aberto, no estilo das ágoras gregas com uma imagem gigante da deusa egípcia Nut, a senhora do céu. Próximo dali estão os reservatórios de água, protegidos pelas divindades da Umbanda como Yemanjá e Iansã.

Infelizmente o passeio é apenas para conhecer as dependências, não são realizadas durante a visita nenhuma prática ou ritual. Minha dica é: vai se realmente você acreditar em tudo isso. Brincar com a cultura religiosa e espiritual das pessoas é algo muito sério e não tem graça alguma.

Confira mais imagens:

Assista ao vídeo oficial da Fundação Harmonia:
(Que acho que deve ter sido gravado na década de 80 (!!!!), mas vale como registro)


Serviços:

Fundação Harmonia de Artes e Conhecimentos Transcedentais
Estrada São Thomé – Sobradinho (São Thomé das Letras – MG)
(35) 3237-1280 / (35) 9972-2360
www.fundacaoharmonia.org.br