Guia prático sobre a Ilha da Magia: Florianópolis-SC

floripa

Quer conhecer Florianópolis? Confira então algumas dicas reunidas para lhe ajudar a aproveitar seus dias na Ilha da Magia.  Use sem moderação:

Chegando no Aeroporto de Florianópolis-SC

Se você não tiver com vontade de gastar com táxi, a melhor opção é pegar um ônibus logo na saída do aeroporto, do lado esquerdo do portão de desembarque. Pegue qualquer ônibus que te leve ao Corredor Sudoeste (Rodoviária/centro) Desça no ponto final e lá, no Terminal localize o ônibus que te leve ao seu destino.

Onde ficar em Floripa?

Fiquei hospedada na Lagoa da Conceição, o Hostel que fiquei hospedada fechou 🙁  Achei muito bacana ficar em uma área considerada mais central, pois conseguia me locomover por toda a ilha. Aliás, transporte é um grande problema por lá.

O bom de ficar na Lagoa é que tem todos os tipos de restaurantes, mercados, lojas, tudo. Dá para passear de noite, andar pela beira da lagoa e até nadar na parte mais para o norte.

Transporte em 

422286_3321335029499_1208486325_n-ok

Tudo é longe e as linhas de ônibus tem um intervalo de tempo muito grande entre um ônibus e outro. A melhor opção é sem dúvidas alugar um carro. No meu caso como dirijo, mas esqueci (rsrrs) o melhor foi fotografar TODOS os itinerários e horários de ônibus que encontrei pelo terminal. Assim, com um mapa na mão e os horários eu conseguia planejar meu dia!

A cidade possui terminais de ônibus interligados, ou seja, não saindo do terminal você paga apenas a tarifa do ônibus que você pegou e entra por trás no próximo.

Dá para entender melhor por AQUI.

Na região norte existe o Interpraias, ônibus que circula por todas as praias. Não se iluda em querer ir em todas. Ele demora muito para passar e quando passa sempre demora a chegar. O melhor é escolher uma que dá para ir a pé para outra. 

No terminal de ônibus ao lado do Terminal Central da cidade (integrado a rodoviária) estão os ônibus executivos, mais conhecidos como amarelinhos que levam os turistas para diversas praias badaladas com ar-condicionado!!! Peguei para ir até a Praia dos Ingleses, mas existe para diversos outros lugares. Compensa sempre pegar este ônibus para os lugares mais distantes do mapa, aproveitando para colocar o sono em dia, já que ele vai sempre por rodovias, sem grandes paisagens na janela. 

Praias mais centrais 

Barra da Lagoa:

É uma praia bem popular da região mais central da Ilha. Eu particularmente não gostei muito, achei muito ambientada, porém possui muitos restaurantes. Fui até o Projeto Tamar, que até o momento é o único da região Sul. Fiquei decepcionada. Para quem conheceu os projetos do nordeste, nem compensa visitar.

barra-da-lagoa

Barra da Lagoa

Praia Mole:

A areia é muito fofa, as ondas são gigantes e vale a visita, ainda mais para quem gosta de música eletrônica (que não é o meu caso). Vale lembrar que o point LGBT e ao lado da praia de nudismo, a Galheta. Curiosa de carteirinha, eu fui! Mas não tive coragem de tirar a roupa, só fiquei observando e fui tomar um banho em uma bica de água doce.

 

Praia Mole

Praia Mole

 

Vale a pena cruzar toda a Galheta para subir as pedras do final da praia e ter uma vista privilegiada.

galheta

Galheta

Praia da Joaquina:

É linda. Confesso que fiquei impressionada com o tamanho das Dunas. É bom não esquecer os óculos escuros, pois o chão reflete diretamente nos olhos. Para quem tem coragem vale a pena descer de Sandboard.

praia-da-joaquina

Praia da Joaquina

Praias do Norte

Jurerê Internacional:

Sabe Punta del Este? É igual. Enormes mansões, carros importados e até carrinho vendendo champanhe na praia. Tudo isso seria desprezível se não fosse o mar de águas mais tranquilas e quentinhas da região. Nadar por ali é uma delícia. Comer nem tanto. Iriam me cobrar R$5,00 por um mini pastel. Minha sorte foi que conversando com o dono do quiosque ele foi com a minha cara e me deu desconto!!!

Praia dos Ingleses:

Dona de um centrinho próprio com lojas, mercados e restaurantes (preços legais), a praia dos Ingleses também tem dunas, mas ficam um pouco mais escondidas. Compensa andar a praia inteirinha para conseguir chegar até elas. Aliás, perto das Dunas, no canto da montanha que divide a Praia dos Ingleses da Praia do Santinho tem uma trilha. Fiz metade dela, mas acabei voltando pois estava sozinha e fiquei com medo. Placas informando sobre a existência de cobras e muitos lagartos passando pela minha perna me fizeram desistir… Acabei fazendo outro caminho, indo dos Ingleses para o Santinho pelas Dunas (25 minutos), o que também é bem legal. É importante fugir da ideia de pegar ônibus, pois eles SEMPRE deixam você na mão…

 

Dunas na Praia dos Ingleses

Dunas na Praia dos Ingleses

 

Praia do Santinho:

É onde tem o famoso resort Costão do Santinho. A praia é bem preservada, não muito ambientada e possui ondas muito fortes. A dica para quem gosta MUITO de andar é ir até o fim, bem onde tem o resort e fazer a trilha que leva até a praia Moçambique. O legal é que ela é toda estruturada por ser “cuidada” pelo hotel. O interessante é ver a inscrição rupestre que deu origem ao logotipo do resort.

praia-do-santinho

Praia do Santinho

 

Não fui, mas dizem que vale a visita: Canasvieira e Brava.

Praias do Sul

Praia da Armação/ Ilha do Campeche :

É dessa praia que saem os barcos mais baratos para a Ilha do Campeche, mais barato lê-se mais entre R$ 75,00 e R$90,00 (ida e volta), segundo minhas atuais pesquisas. Cheguei por lá às 12h e em 30 minutos estava neste que, sem dúvidas é um dos paraísos da terra. Água bem cristalina (gelada), areia fininha… hummm!!!

 

Barquinho que leva até a Ilha

Barquinho que leva até a Ilha

 

Na época em que eu fui estava lotada de argentino, me senti até em Mar del Plata… Mesmo esperando para almoçar, tive que me contentar em comer um sanduíche natural no sol já que mesas por lá foi algo raro. Além de curtir o visual, rola fazer mergulho e para quem gosta de trilha se aventurar pelo mato, mas.. o trekking não é livre. Cada trilha possui um preço e a duração varia entre 1h e 1h30, com valores entre R$10,00 e R$20,00. Fiz a trilha da Pedra Preta do Sul com inscrições rupestres e vista privilegiada.

 

Trilha da Pedra Preta do Sul

Trilha da Pedra Preta do Sul

 

Aproveitei as amizades que fiz e o horário de verão e fui para o Pântano do Sul, mas particularmente não recomendo…

Não fui, mas dizem que vale a visita: da Solidão (tem trilha e piscina natural)

 

Caribe? Não, Campeche!

Caribe? Não, Campeche!

 

Cachoeira

Costa da Lagoa:

É um passeio bem legal por dentro da Lagoa da Conceição. Dá para ir de trilha, mas preferi ir de barco(50 minutos). As embarcações saem de 1 em 1 hr e leva na maioria das vezes os moradores as suas casas. Ao entrar no barco, peça para te avisarem no ponto da cachoeira, ele para bem no Restaurante da … Cachoeira! Aliás, lugar delicioso para comer! Lá as pessoas já lhe indicaram o caminho que é feito pelo “povoado” em meio as casas até chegar na trilha e enfim na queda d’água. Tudo isso em 10 minutos. A cachoeira é bem pequena, mas é uma ótima opção para refrescar.

 

Costa da Lagoa

Costa da Lagoa

 Boa viagem! 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe um comentário!

*