O seu Pietro está? Perguntei a um rapaz que me respondeu não, do alto da escada encostada na estante colorida cheia de livros. Insisti com um olhar desapontado e ele continuou: “de domingo ele não vem. É dia de descanso, de ficar em casa”.

Aceitando a contragosto o argumento, segui por entre as obras literárias, a olhar de longe as invenções do velho homem. Figura emblemática da região, o italiano Pietro Proserpio é famoso por gostar de apresentar seus objetos cinemáticos aos visitantes que, convidados pela curiosidade de ver uma bicicleta voadora suspensa no teto, se atrevem a subir as escadas que levam ao andar superior da Ler Devagar.

 

Livraria Ler Devagar dentro da LXFactory

A bicicleta voadora encanta os visitantes da Ler Devagar

 

Localizada na zona de Alcântara, na cidade de Lisboa, em Portugal, a livraria faz parte de um conjunto arquitetônico construído em 1846, que abrigou a Companhia de Fiação e Tecidos Lisbonense e posteriormente a Gráfica Mirandela. Hoje, os maquinários das antigas indústrias fazem parte do ambiente da LXFactory, uma espécie de fábrica de experiências.

 

Obras de arte pelo LXFactory

Arte por todos os cantos da fábrica


O espaço abriga mais de duzentos projetos comerciais e culturais, entre eles, bares, restaurantes, salas para vivências, barbearia, estúdio de tatuagem, galerias de arte, lojas de moda e design. Na mesma estrutura de outrora, bem na parte de fora do concreto, as cores dos grafites e das obras artísticas que por lá habitam trazem a leveza de uma atmosfera cultural e livre ao espaço. Nesse ambiente, ficar atento aos detalhes certamente lhe remeterá aos tempos áureos do passado.

Já a antiga área de convívio entre os trabalhadores, bem no alto do edifício principal da fábrica, deu lugar a um bar. Para subir até o mirante, no quarto andar, é preciso coragem para utilizar o antigo elevador, ainda com as grades manuais para fechar a porta. Compensa o esforço, de lá é possível avistar a ponte 25 de Abril e o gargalo do Tejo, a parte mais estreita do rio.

 

Vista da ponte 25 de abril

Ponte 25 de Abril em memória da Revolução dos Cravos

 

O ponto ápice é aos domingos, quando o chão da fábrica se abre para receber inúmeras barraquinhas com a venda de peças artesanais. A produção da LXFactory é bem rigorosa na escolha dos expositores, pois avaliam minuciosamente os produtos antes de darem o aval de exibição.

Moradores e viajantes de diversos cantos do mundo em busca de uma Lisboa que vai além dos guias de viagem ocupam os espaços. As ruelas se enchem de gente que, vez ou outra, cede espaço para uma banda passar tocando seus bumbos. Em uma babel sonora todos se amontoam nas mesas dos estabelecimentos gastronômicos, dividindo espaço com algum equipamento industrial de grande porte.

 

Obra de arte de Bordalo II

Trabalho da série “Big Trash Animals”, do artista português Bordalo II


E é lá também apertado, no meio dos maquinários da antiga fábrica de tipografia que, por ironia do destino, se transformou em livraria, é que o seu Pietro conta suas histórias por meio de produções mirabolantes com peças de computadores ou motores de brinquedos quebrados. A dica fica para quem estiver de passagem pela cidade: dê um pulinho até a Ler Devagar para conhecer o artista, mas não se esqueça que de domingo ele não vai.


Mapa da LXFactory

Mapa da LXFactory, não se perca!

 

Como chegar até a LXFactory?


Essa é a maneira mais fácil: bem na frente da estação de metro Cais do Sodré (linha verde), tem um ponto onde passa o 15E. Fique atento, pois ele vem às vezes na versão bondinho ou tram. Ele passa bem pertinho da entrada principal da fábrica, basta caminhar alguns metros. Para quem vai de carro, há estacionamento no local pelo custo de 2 euros. Conheça os horários do 15E.

Serviço:

LXFactory
Rua Rodrigues Faria, 103 – Alcântara
Lisboa – Portugal  


PLANEJE A SUA VIAGEM!

Booking.com